NEI LISBOA

em casa e (ao) vivo

O que temos para o futuro




Desde o início da pandemia da Covid-19, a luta contra a doença no Brasil tem sido a de um embate duplo: por um lado lidando com a disseminação do vírus, e por outro com a indecente negligência e incompetência apresentadas pelo governo bolsonaro, incluindo as fake news e grossas mentiras difundidas o tempo todo a respeito do assunto.


É de se admirar que tenhamos sobrevivido ao último ano sem um colapso sanitário ainda mais amplo, multiplicando o caso de Manaus, já suficientemente dramático, pelo país todo. Se em alguma medida atenuou-se a tragédia, foi por conta de bravos atores da linha de frente e da ciência, da herança bendita de um sistema único de saúde, e dos muitos que acreditamos em nos proteger e em proteger o outro.


Mas a cifra de mais de 215 mil mortos e contando corresponde já a um percentual da população brasileira sem zeros depois da virgula. E o crédito dessa mortandade é por inteiro da besta que nos preside, de seus ministros e milicos estrambóticos, da boiada cega que o tem como um líder mítico e por ele seguiria, ou já segue, em marcha feliz para o matadouro.


O que temos como alento para o futuro é o advento das vacinas. E aí mais uma vez comparece a estupidez oficial, passada e presente: desdenha da importância da imunização, descuida de garantir a reserva e importação de doses, ameaça o fornecimento de insumos necessários para a fabricação local, e desorienta o público com inexistentes terapias preventivas para a doença. Por isso são tão importantes iniciativas como a campanha Todos pelas Vacinas, lançada em todo o Brasil na quinta-feira 21 e apresentada pela Dra. Ana de Medeiros Arnt, nossa convidada ilustre, no Em casa e (ao) vivo do último sábado.


Com as músicas e o bom bate-papo de sempre, o programa retornou de férias bem bronzeado de netflix, como vocês podem conferir aqui ou na videoteca do site neilisboa.com.br. O assunto maior da noite foi obviamente o início conturbado da vacinação no Brasil, entre sustos e esperanças, e a certeza de que a mensagem que a Bebete já tanto repetiu em seus episódios de fiscal da pandemia segue valendo para todos. Mas vale bem mais, e em múltiplos sentidos, para o Bozo que nos desgoverna. Diz aí, Bebete.


— Vai pra casa!!!













* * *


Links citados no programa:


Portal Todos pelas Vacinas


Boletim Direitos na Pandemia


Matéria Eliane Brum/El País


Acem Telecom


Loja OpenStage

Publicações Recentes

(Des)invertendo sinais

No início de abril, publiquei aqui no blog uma queixa intensa por ter sido desclassificado em edital do governo do estado do RS, derivado...

Sobre trajetórias

Estou, como tantos já se mostraram, espantado com o resultado do edital Trajetórias Culturais, da Secretaria da Cultura aqui do RS....

O que temos para o futuro

Desde o início da pandemia da Covid-19, a luta contra a doença no Brasil tem sido a de um embate duplo: por um lado lidando com a...

assista

colabore

Sobre a campanha

Para os que quiserem colaborar com o site e a subsistência dos autores durante o confinamento da covid-19, a colaboração pode ser feita através do PIX de e-mail contato@neilisboa.com.br ou ​digitalizando o QR code abaixo:

qr-pix.png

O site, o blog e as lives estarão sempre abertos a todos sem cobrança alguma, feitos com grande prazer e obviamente também com algum custo e muito trabalho. Toda contribuição é bem-vinda e igualmente agradecida de coração.