NEI LISBOA

em casa e (ao) vivo

Estreias

Há um mês e meio, quando esta página estreou, já trazia no nome o duplo sentido de notificar que se está sobrevivendo à pandemia e de que alguma live caseira, a tão famigerada febre do momento, eventualmente aconteceria neste espaço. A hora chegou, e a primeira sessão oficial está marcada para a quinta-feira dia 7 de maio, a partir de 17h, transmitida de forma simultânea aqui e no canal youtube.com/neilisboatv.


A ideia é levar ao ar menos que um show e mais que uma apresentação, com um apanhado de músicas no formato voz e violão sendo intercalado também por algum papo, traçando assuntos e imagens destes insólitos tempos que vivemos. Um programete, digamos, com duração de 40 a 50 minutos a se repetir todas as quintas, para que não se esgote em uma única maratona musical e nem esgote a paciência do ouvinte com a monotonia que as lives confinadas podem às vezes transmitir. Confira e diga pra gente o que está achando, nesta tarde de quinta-feira lá no chat do youtube.





* * *



Se me contassem, cinco ou seis anos atrás, qual o futuro que nos aguardava em 2020 no Brasil, eu daria boas gargalhadas. Muito boa, conta outra, coisa e tal. O que estamos vivendo era inimaginável até há pouco tempo e continua tangenciando o plano da fantasia. Não se pode crer que um presidente seja, faça e diga o que o Bolsonaro é, faz e cospe impunemente. Não veio deste planeta a fauna de asnos, canalhas, milicos e milicianos instalada nos ministérios, decidindo sobre nossa vida ou morte em meio a uma pandemia. Não é verdade que um país inteiro se deixe ofender, humilhar e ordenar calar a boca sem reagir. Não é possível que STF, Congresso, OAB, ABI, OMS, o Papa e o resto do mundo se resumam a emitir notas de repúdio em série com as quais, alguém já bem disse, o Bolsonaro limpa a bunda e segue adiante. E não é sério que o futuro aponte Moro ou Mourão como alternativas, haha. Bem capaz.


Agora, o que se ouve de boas fontes jornalísticas, o que se garimpa de cada aparição presidencial, o que se avista como a reação do universo bolsonarista à ameaça de um impeachment é de outra ordem do surreal: pelotões de seguidores em treinamento e ordem unida, o assecla Jefferson falando em “tirar o revólver da gaveta e limpar o cano”, um pastor garantindo que a PM e Civil serão parceiras e o próprio presidente, com duas portarias em sequencia, aumentando em 12 vezes a quantidade de munição acessível à população civil. Uma milícia fascista em escala, que pode se valer também de baixas patentes do exército e suplantar qualquer obstáculo de defesa constitucional, se é que algum surgiria, para manter-se no poder à força e de modo absoluto.


Mas conto outra, se quiserem, muito boa essa né, kkk.

Publicações Recentes

(Des)invertendo sinais

No início de abril, publiquei aqui no blog uma queixa intensa por ter sido desclassificado em edital do governo do estado do RS, derivado...

Sobre trajetórias

Estou, como tantos já se mostraram, espantado com o resultado do edital Trajetórias Culturais, da Secretaria da Cultura aqui do RS....

O que temos para o futuro

Desde o início da pandemia da Covid-19, a luta contra a doença no Brasil tem sido a de um embate duplo: por um lado lidando com a...

assista

colabore

Sobre a campanha

Para os que quiserem colaborar com o site e a subsistência dos autores durante o confinamento da covid-19, a colaboração pode ser feita através do PIX de e-mail contato@neilisboa.com.br ou ​digitalizando o QR code abaixo:

qr-pix.png

O site, o blog e as lives estarão sempre abertos a todos sem cobrança alguma, feitos com grande prazer e obviamente também com algum custo e muito trabalho. Toda contribuição é bem-vinda e igualmente agradecida de coração.